Segunda-feira, 13 de Junho de 2011
Cágado de carapaça estriada

Nome:Cágado de carapaça estriada

Nomes regionais:Cágado

Família:Emydidae

Espécie:Emys orbicularis

 

 

Distribuíção

O cágado-de-carapaça-estriada ocorre na Europa e Norte de África, designada- mente em Marrocos, na Tunísia e na Argélia. Na Europa, distribui-se por núcleos dispersos na Península Ibérica, na Europa Central e de Este. No entanto, conside- ra-se  que  não  existem  populações  autóctones  na  região  Este  de  França,  na Holanda, no Oeste da Alemanha, Dinamarca e Suíça e em quase todo o território.
da  Áustria  e  da  República  Checa.  Distribui-se  também  pela  região  ocidental  da Ásia, do Noroeste do Irão e Iraque ao Norte da Síria . Em Portugal a sua distribuição é fragmentada. Numa análise por bacias hidrográfi- cas, os resultados indiciam que esta espécie é mais rara a norte do rio Tejo, estan- do  referenciadas  populações  no  Paul  da  Tornada,  nas  Lagoas  do  Prado  (Vila Verde) e na área do Douro Internacional. Na bacia do rio Tejo, esta espécie pode ser encontrada no Paul do Boquilobo, nas sub-bacias hidrográficas dos rios Ponsul e Erges e da ribeira de Nisa. As bacias hidrográficas mais importantes para esta espécie são a do rio Guadiana, entre os rios Mira e Arade e entre os rios Arade e Guadiana.

 

Alimentação

Os cágados, regra geral, alimentam-se dentro de água. Comem plantas, insectos, peixes, moluscos, e mesmo fruta caídas das árvores.

 

Reprodução

A fêmea põe à volta de 15 ovos em Maio ou Junho numa cova que escava na terra. Após a postura, a cova é tapada. Os ovos são muito sensíveis, basta virá-lo de posição para matar de imediato o embrião. Em meados de Outubro ou Novembro nascem as crias com mais ou menos 3,5 cm e a carapaça mole.



publicado por ermalemfotos às 12:54
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Visitas
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Cágado de carapaça estria...

Arminho

Garça Real

Ganso Bravo

Leirão

Petinha Ribeirinha

Marta

Rato de Cabrera

Pato real

Melro de Peito Branco

Víbora de Seoane

Picanço de Dorso Ruivo

Escrevedeira Amarela

Baleia Azul

Gato Bravo

Rouxinol dos Caniços

Cucu Rabilongo

Águia Imperial

Tritão Palmado

Coelho Bravo

Truta Marisca

Tartaruga Comum

Corre Caminhos

Gralha de Bico Vermelho

Toirão

Lobo Ibérico

Cabra Montês

Salamandra Lusitânica

Lince Ibérico

Milhafre Real

arquivos

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

tags

anfíbio

anfibios

aves

mamíferos

peixes

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds