Segunda-feira, 30 de Maio de 2011
Rato de Cabrera

 

Nome: Rato de Cabrera

Nomes regionais: Rato de Cabrera

Família: Cricetidae

Especie: Microtus Cabrerae

 

 

Distribuíção:

Ocorre na Península Ibérica, com uma distribuição fragmentada. Em Espanha, os principais  núcleos  localizam-se  nos  maciços  pré-pirenaicos,  no  Maciço  Central, no Sistema Ibérico Meridional, nas Serras Béticas e algumas áreas das províncias de Zamora. Em Portugal,  ocorre  em  Trás-os-Montes,  na  Beira  Interior,  no Ribatejo, na Estremadura, no Alto Alentejo e no Sudoeste Alentejano e Algarvio.

 

 

Alimentação:

Este pequeno mamífero alimenta-se sobretudo de Gramíneas, podendo também consumir outras Monocotiledóneas como Ciperáceas, Juncáceas e ainda algumas Dicotiledóneas.

 

 

Reprodução:

Alguns estudos sugerem que se trata de uma espécie monogâmica. A actividade reprodutora parece diminuir no final da Primavera e princípio do Verão, devido à ausência de precipitação que geralmente caracteriza esta estação. Cada fêmea pode parir 2 a 4 vezes por ano. O período de gestação ronda os 23 dias, sendo o número de crias 3 a 8 por parto. Os progenitores constroem um ninho aéreo ou subterrâneo, em função da formação vegetal presente na colónia.



publicado por MemberAnimaisPT às 13:10
editado por ermalemfotos em 06/06/2011 às 12:55
link do post | comentar | favorito

Pato real

 

 

Nome: Pato Real

Nomes regionais: Pato real

Família: Anatidae

Espécie:Anas platyrhynchos

 

 

Distribuição:

Espécie com uma distribuição muito alargada, ocorrendo na Europa desde a Escandinávia até França e a oriente até à Ucrânia. Na Ásia a espécie distribui-se abundantemente pelo Sudoeste Asiático, Ásia Central e Sul da Sibéria até ao Pacífico, a oriente, e até ao Mar Arábico, a sul. Ocorre ainda no Norte de África, na América do Norte e na Groenlândia. A  espécie  foi  introduzida  na  Bermuda,  na  Austrália  e  na  Nova  Zelândia.

 

 

Alimentação:

Alimentam-se de bagas, sementes, raízes, folhas, plantas aquáticas e também de pequenas rãs e insectos.

 

 

Reprodução:

Reproduz-se nas margens de lagoas, albufeiras e rios, durante a Primavera, realizando uma só postura. O ninho é uma pequena cavidade no solo, entre a vegetação rasteira, revestida de pastos e penas. A ninhada é composta por 10 a 12 ovos, cuja incubação dura perto de 30 dias. Sendo uma espécie nidífuga, as crias adquirem a capacidade de sair do ninho, pouco tempo após o nascimento. No entanto, até aos primeiros voos são só 7 a 8 semanas.

 



publicado por MemberAnimaisPT às 12:25
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Maio de 2011
Víbora de Seoane

 

Nome: Vibora de Seoane

Nomes regionais: Viborade Seoane

Família: Viperadeae

Espécie: Vipera seoanei

 

 

Distribuíção

Esta espécie distribui-se pelo Noroeste de Portugal Continental, Norte de Espanha e  em  áreas  de  reduzidas  dimensões  no  extremo  Sudoeste  de  França. Em Portugal, ocorre no Minho e em Trás-os-Montes, com uma distribuição restrita a  1,3%  do  território  continental  português.

 

Alimentação

Alimenta-se de micro-mamíferos, lagartos, anfíbios e aves.

 

Reprodução

O período reprodutor começa após a hibernação e dois ou três meses depois tem lugar a postura, que é composta por dois a doze ovos (7 em média), nascendo nesse mesmo ano, embora nas áreas mais frias podem demorar a eclodir, prolongando-se pelo ano seguinte. As fêmeas fazem uma postura de ovos a cada dois anos. A maturidade sexual dos machos é atingida ao terceiro ano e das fêmeas ao quinto.

 



publicado por MemberAnimaisPT às 12:25
editado por ermalemfotos em 06/06/2011 às 12:56
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Março de 2011
Tritão Palmado

  

Nome: Tritão Palmado

Nomes regionais: Tritão Palmado

Familia: Salamandridae

Espécie: Lissotriton helveticus

 


Distribuição

O  Tritão pode ser encontrado na Europa Ocidental, no Norte da Península Ibérica, no Reino Unido, em França,  na Suíça,  no Luxemburgo, na Bélgica, na Holanda, na República  Checa  e na  Alemanha.


Alimentação
O Tritão tem como principal dieta larvas de insectos aquáticos, minhocas, lesmas, caracóis e larvas de anfíbios.
 
Reprodução
O Tritão entre Fevereiro e Maio pôe 100 a 300 ovos que eclodem em larvas dentro de 2 a 4 semanas. As larvas sofrem uma metamorfose dentro de 6 a 9 semanas.

tags:

publicado por MemberAnimaisPT às 13:21
editado por AdminAnimaispt em 20/06/2011 às 13:15
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Março de 2011
Tartaruga Comum

 

 

 

Nome:  Tartaruga Comum

 

Nomes regionais: Tartaruga Amarela, Tartaruga Cabeçuda, Tartaruga Meio Pente ou Tartaruga Mestiça

Família:  Cheoniidae

Espécie: Chenoliidae caretta

 

 

Distribuição

A Tartaruga Comum é uma espécie de distribuição ampla, em águas costeiras tropicais e subtropicais, em todos os oceanos.
 
Alimentação

A dieta da Tartaruga é constituída essencialmente por peixes, alforrecas, esponjas, camarões e alguns vertebrados e invertebrados marinhos.

 

Reprodução

A reprodução da Tartaruga Comum tem como locais de acasalamento águas muito profundas ou zonas costeiras. As tartarugas desovam nos locais onde nasceram. Após 30 a 70 dias nascem as tartarugas. As pequenas tartarugas cooperam entre si para chegarem à areia após isso o resto da vida são solitárias. As tartarugas só chegam à fase adulta após os 35 anos.

 


tags:

publicado por MemberAnimaisPT às 00:11
editado por AdminAnimaispt em 20/06/2011 às 13:09
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Cágado de carapaça estria...

Arminho

Garça Real

Ganso Bravo

Leirão

Petinha Ribeirinha

Marta

Rato de Cabrera

Pato real

Melro de Peito Branco

Víbora de Seoane

Picanço de Dorso Ruivo

Escrevedeira Amarela

Baleia Azul

Gato Bravo

Rouxinol dos Caniços

Cucu Rabilongo

Águia Imperial

Tritão Palmado

Coelho Bravo

Truta Marisca

Tartaruga Comum

Corre Caminhos

Gralha de Bico Vermelho

Toirão

Lobo Ibérico

Cabra Montês

Salamandra Lusitânica

Lince Ibérico

Milhafre Real

arquivos

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

tags

anfíbio

anfibios

aves

mamíferos

peixes

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds